Gênios são reconhecidos pela habilidade de compreender assuntos complexos, e explicá-los de maneira simples. Não seria diferente com Albert Einstein, célebre físico que desenvolveu diversas teorias importantes. Em uma simples carta ao filho, Einstein deu uma dica de ouro para tornar o aprendizado mais eficiente.

Em 1915, Einstein estava vivendo em Berlim, capital da Alemanha, trabalhando na conhecida teoria geral da relatividade, enquanto seus dois filhos estavam com a mãe em Vienna. Na época, a maneira que o físico tinha para se comunicar com a família era por meio de cartas.

Em uma delas, Einstein acabou ensinando seu pequeno filho Hans Albert Einstein, de apenas 11 anos na época, como aprender qualquer coisa mais rapidamente. Confira um trecho da carta:

“Estou muito satisfeito por você ter encontrado a alegria no piano. Ele e a carpintaria são, em minha opinião, para a sua idade, as melhores atividades, melhor do que a escola. Porque essas são atividades que se encaixam melhor em uma pessoa jovem, como você. Toque no piano principalmente as coisas que lhe agradem, mesmo que a professora não peça, porque dessa maneira você aprende mais. Quando você está fazendo algo com prazer, você não percebe que o tempo passa. Às vezes, estou tão entretido no meu trabalho que me esqueço do almoço.”

A lição que fica é: faça o máximo possível para estudar com prazer, buscando tornar os exercícios e aprendizado interessantes. Você aprenderá mais porque aumentará o seu interesse no assunto, aumentando também a sua curiosidade. E nada é mais poderoso do que a curiosidade humana.

fonte: Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios

 

Gostou? Deixe um comentário abaixo! Não se esqueça de compartilhar este post com seus amigos.