A depressão é um transtorno mental caracterizado por tristeza persistente e pela perda de interesse em atividades que normalmente são prazerosas, acompanhadas da incapacidade de realizar atividades diárias, durante pelo menos duas semanas. Em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram com esse transtorno, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Considerada o mal do século, a depressão é resultado de uma complexa interação de fatores sociais, psicológicos e biológicos. Pessoas que passaram por eventos adversos durante a vida (desemprego, luto, trauma psicológico), são mais propensas a desenvolver depressão. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano, sendo essa, a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos.

Um episódio depressivo pode ser leve, moderado ou grave, a depender da intensidade dos sintomas. A depressão leve acarretará alguma dificuldade em continuar um trabalho simples e atividades sociais, mas sem grande prejuízo ao funcionamento global do paciente. O episódio depressivo grave, afeta a pessoa de tal modo, que se torna improvável que ela continue com suas atividades sociais, de trabalho ou domésticas. Em casos mais severos a depressão pode até levar ao suicídio.

Neste artigo, apresento os 7 principais sintomas da depressão que, se presentes com intensidade e frequência em sua vida, você deve procurar ajuda especializada.

Os 7 principais sintomas da depressão. Fique Alerta!

1. Tristeza profunda e constante

A tristeza é um dos principais sintomas da depressão. A pessoa com depressão pode sentir uma tristeza e uma angustia profunda, sem um motivo aparente. O sentimento de tristeza é vivenciado por qualquer pessoa em algum momento, mas é passageira. Já na depressão a tristeza pode durar meses, anos e até mesmo ser uma condição crônica.

2. Perda de energia e cansaço

A pessoas com depressão sente cansaço e falta de energia frequente, até mesmo para realizar as tarefas rotineiras do dia a dia. Uma verdadeira sensação de esgotamento físico.

Além disto, o indivíduo perde o interesse em sair de casa para o trabalhar, para fazer esportes e para se relacionar com os amigos. Esse sintoma pode se apresentar de forma tão intensa ao ponto de impedir a pessoa de sair da cama.

3. Mudanças no apetite

A depressão também se manifesta através de transtornos alimentares como a total perda de apetite ou a compulsão alimentar, que podem levar a perda ou o ganho de peso significativo.

Além disso, algumas pessoas podem apresentar uma tendência a consumir bebidas alcoólicas.

4. Aumento ou redução do sono

Pessoas deprimidas tendem a desenvolver problemas relacionados ao sono, como a insônia ou o hábito de dormir demais. Seja a falta ou o excesso de sono, ambos são prejudiciais, pois interrompem a rotina do sono e a pessoa nunca se sente descansada o suficiente. Além disso, as noites mal dormidas agravam outros sintomas da depressão, como falta de energia e apatia, por exemplo.

5. Alterações no humor: ansiedade, agitação e irritabilidade

As alterações no humor, muitas vezes associadas erroneamente à personalidade da pessoa, também podem ser sintomas da depressão.

É comum os deprimidos manifestarem irritação exagerada, nervosismo, raiva, dificuldade de relaxar e perda de concentração. Além disso, há também um excesso de ansiedade que causa inquietação, insegurança e pode evoluir para quadros de medo e fobia.

6. Sensação de que não valem nada, culpa ou desesperança

A depressão afeta a autoestima e faz com que o indivíduo se sinta culpado, desvalorizado e sem perspectivas de futuro.

7. Pensamentos de suicídio ou de causar danos a si mesmas

A pessoa com depressão pode desenvolver pensamentos suicidas ou de automutilação. Este sintoma não pode ser negligenciado, pois há um risco real da pessoa cometer suicido.

Se tiver pensamentos suicidas, contate alguém imediatamente e peça ajuda.

IMPORTANTE – O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

Contate o CVV pelo telefone 188 e/ou Site da CVV

Nosso objetivo neste artigo foi trazer alguns dos principais sintomas da depressão, vale lembrar que nem sempre a presença destes sintomas indica um diagnóstico de depressão. No entanto, se você sente esses sintomas de forma intensa e persistente, não hesite em procurar ajuda profissional.


Lembre-se: Depressão tem tratamento. Se você acreditar que tem depressão, busque ajuda!

Fonte: Motivação e Foco